FANDOM


o feminismo radical problematiza consentimento. A diferença do liberal, afirma que o consentimento é produzido por forças sociais.

[Mackinnon e Pateman são boas referencias, desenvolver depois]


Teoria Queer e Consentimento:

Uma feminista radical diz sobre consentimento no contexto da hegemonia das teorias queer no presente:

"Vejo simplificadamente o queer como um tipo de esforço em produzir discursos que sirvam novamente, para funcionar como coerção que PRODUZA o consenso das mulheres e lésbicas em práticas abusivas.

É apenas ver o quanto lésbicas e mulheres estão jogadas de cabeça em várias práticas de risco: transgressão pela transgressão, sexo como inerentemente bom e valor supremo, nudez e exposição do corpo em contextos inseguros.

Aí vemos como o Patriarcado atua para produzir o 'consentimento' das mulheres, por meio de forças sociais, e quantas depois saem de terem sido abusadas no queer, nova forma de revolução sexual/apropriação masculina dos corpos das mulheres."